Google+ Followers

sexta-feira, 7 de junho de 2013

ppp


por Luiz da Nóbrega  em Segunda, 3 de Junho de 2013 
ninguém tem culpa  dos desvarios, nem de tantos sombrios pensamentos amargos de perda, nem que as promessas de algum consolo não perdurem, sofrimento e esperança são dois sentimentos que viajam no mesmo barco, um vestido de lã, outro de espinhos, e o pior de tudo é que também são irmãos gêmeos da imprudência e da impaciência, meus dois maiores defeitos. Tens razão em tudo, nem tudo em que toco morre, se por vezes, me julguei morto ainda sei fazer viver os cactosé mais fácil com os cactos, é fácil porque são sobreviventes natos  mas, de facto,
não és um cacto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário